A PAIXÃO 
 DA REGIÃO 


Pronunciamento do Secretário Municipal de Cultura e Turismo sobre a Semana Cultural 2017

28 AGO 2017
28 de Agosto de 2017
Em relação aos questionamentos suscitados nas últimas semanas pelos veículos de comunicação e pelas redes sociais sobre a não realização da Semana Cultural 2017, cabe-me, não só como atual gestor da referida pasta em nosso município, mas, e principalmente, como cidadão militante na área cultural em São Fidélis em toda minha vida pregressa, expor uma série de informações relevantes e necessárias que, talvez, não sejam conhecidas pela população e pelos colegas envolvidos com a cultura na nossa “Cidade Poema”.
Não obstante, também deixo bem estabelecido a prerrogativa de que “estou” e não “sou”, de modo algum, Secretário Municipal de Cultura: é essa postura pela qual me pauto - e pela qual sempre me pautei – tanto na minha vida pessoal, quanto no meu trabalho como agente público, o que me faz despir de toda vaidade e sempre procurar o diálogo. Isso posto, também levo em consideração o contexto da realidade macro do que acontece em um país que ainda não dá à cultura o devido valor no que concerne ao desenvolvimento de políticas públicas a ela dirigidas ( somando-se ainda vivermos, no atual momento, uma das piores crises econômicas pelas quais o Brasil já atravessou, cujos reflexos danosamente recaem sobre os Estados e Municípios). De igual maneira, saliento, sobremaneira, meu posicionamento de respeito incondicional e deferência especial àquelas pessoas e/ou grupos que se dedicaram e dedicam boa parte de seu tempo às questões culturais em nossa terra, abdicando-se, inúmeras vezes, da vida pessoal e tanto quanto investindo com recursos do próprio bolso para a concretização. Desta feita, esclareço o que se segue:
1. Sempre fui favorável à realização de eventos culturais e artísticos em nossa cidade que não só envolvessem a participação de outras cidades e Estados e que, também, projetassem e estimulassem os nossos talentos e a sua produção. Como exemplo, posso citar a realização da Jornada Estadual de Cultura, evento em parceria com o Governo do Estado, que São Fidélis sediou (no ano de 2002, quando respondia pela pasta da Cultura, na primeira gestão do então Prefeito David Loureiro). Também foi durante a nossa gestão que transformamos o Festival de Poesia Falada de São Fidélis em Festival Aberto de Poesia Falada, abrindo o certame para a participação em nível nacional. (Sendo assim, como posso ser contrário ou impedir a realização da Semana de Cultura, evento considerado unanimemente, um marco na nossa cultura e que segue os mesmos dos anteriormente citados?);
2. O nosso desejo de realizar a Semana Cultural no ano de 2017 foi frustrado em função da não realização de alguns trâmites burocráticos por parte da gestão anterior, haja vista que a gestão anterior não destinou no orçamento votado por eles na Câmara, no ano de 2016, nenhuma verba para a realização do evento;
3. Neste ano de 2017, porém já tomei todas as providências legais e burocráticas para viabilizar a realização da Semana da Cultura no próximo ano, seguindo as orientações do Setor de Contabilidade da PMSF.  
Sendo assim, em virtude do que foi esclarecido, venho a público também manifestar o meu desconforto e a minha frustração pela impossibilidade de realização da Semana  Cultural neste ano de 2017, visto que esse fato independeu de minha vontade ou da vontade do Executivo, já que a não realização da Semana da Cultura representa a resultante de uma conjuntura maior e que independeu da nossa vontade.   

Sem mais, coloco-me à inteira disposição de toda população e de todos os colegas agentes culturais da “Cidade Poema” para dirimir algum tipo de dúvida que sobrevier, pois a transparência e a sinceridade sempre foram nossas marcas.
Por fim, comprometo-me de, incansavelmente, continuar trabalhando - como sempre trabalhei -  pela cultura de nossa terra, como também, envidar todos os esforços para que, no ano de 2018, possamos realizar a nossa Semana cultural.

Voltar