A PAIXÃO 
 DA REGIÃO 


Rio Ururaí transborda e deixa quatro famílias desalojadas

13 MAR 2018
13 de Março de 2018
As chuvas que caíram na Região do Imbé provocaram o transbordo da Lagoa de Cima e do Rio Ururaí. Este último registrou, na manhã desta segunda-feira (12/03), a cota de 3.90 metros, quando o nível de transbordo é de 3,80 metros. Com isso, quatro famílias estão desalojadas. Equipes da Defesa Civil já se encontram em Ururaí para avaliação das condições no local e tomada de medidas necessárias, diante do constatado.
Segundo o coordenador de Defesa Civil, Edison Pessanha, duas estradas estavam interditadas. A de acesso a BR-101, sentido a Cachoeira Babilônia, a água já escoou e a terra já foi removida. Ainda permanece obstruída a entrada por Lagoa de Cima.
A coordenadoria de Defesa Civil permanece em estágio de Atenção e prestando todo apoio necessário às famílias. Além disso, está tomando providências, junto às secretarias envolvidas, caso alguma família precise de local para se abrigar.   
Nesta terça-feira (13), de manhã, a Defesa Civil voltará ao distrito de Ururaí. Representantes do órgão estiveram no distrito na manhã desta segunda-feira (12) e vistoriaram todas as casas localizadas à margem do rio. A orientação é para que as famílias, que moram muito próximas ao rio, acionem a Defesa Civil, em tempo hábil, através do telefone (22)  98175 2512.  O órgão vem monitorando a situação do distrito.
Com relação a Morro do Coco, Pessanha informou que 18 imóveis foram condenados, sendo 11 famílias desalojadas e sete desabrigadas. Todas as famílias desabrigadas, até o momento, na Escola Municipal Lulo Ferreira de Araújo. 
Sobre o volume de águas do Rio Paraíba do Sul, o coordenador informou que a situação está sob controle. “O rio chegou atingir 8,57 metros no sábado (10/03) e hoje baixou para 8,26 metros, podendo continuar subindo até amanhã”, disse.
No último final de semana, a equipe da Defesa Civil recebeu, ainda, chamado para locais como os bairros Novo Jóquei e Santa Rosa, que também recebem equipes do órgão. A coordenadoria de Defesa Civil informa que não há previsão de chuva até o dia 16 de março, de acordo com institutos de meteorologia.
Nesta segunda-feira (12/03), a prefeitura, através da Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, realiza desobstrução de dois trechos de estradas na altura de Conceição do Imbé, onde houve deslizamento de terra causado pelas fortes chuvas, isolando os moradores locais. Ainda não há informações sobre desabrigados.
A prefeitura, através da Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social (SMDHS) e Coordenadoria de Defesa Civil, distribuiu cerca de 100 cestas básicas, colchonetes, água mineral e mil refeições para famílias afetadas de alguma forma pelas chuvas. No bairro do Buraco do Sapo, outras 8 famílias estão sendo assistidas pela SMDHS com cestas básicas, mas seguem em suas casas. Mesma situação de 12 famílias próximas ao km 28 (Posto Mangueira) da BR-101.

Voltar